Governo demite chefe da inteligência da Receita Federal

Setor é responsável por investigações importantes, sobre fraudes e corrupção. Mudança gerou desconforto interno no órgão

DIVULGAÇÃO

atualizado 24/09/2019 18:10

O auditor-fiscal Ricardo Pereira Feitosa foi demitido do cargo de Coordenador-Geral de Pesquisa e Investigação (Copei) da Receita Federal nesta quarta-feira (24/09/2019), conforme publicação no Diário Oficial da União.

Ex-militar do Exército, que atuou na Delegacia da Receita Federal em Cuiabá, Feitosa foi nomeado para cargo em maio deste ano, sem nunca ter atuado no setor de Inteligência. Ele substituiu Gerson D’Agort Schaan. 

A mudança de comando na Copei gerou desconforto interno no órgão, que é responsável pelas mais importantes investigações da Receita sobre corrupção e fraudes fiscais e teve importância fundamental nas investigações da Lava Jato.  

Auditores do órgão reclamaram que a nomeação quebrava uma tradição no órgão, de ter, na chefia, alguém do próprio quadro. A Copei tem 10 escritórios regionais de inteligência e teve importância fundamental nas investigações da Lava Jato.

Últimas notícias