Governadores pedem aprovação do auxílio de R$ 89 bi a estados

Em carta enviada ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, mandatários afirmam que PL nº 149 será essencial para manutenção de serviços

atualizado 16/04/2020 15:27

Governadores de 16 estados e do Distrito Federal enviaram uma carta na última quarta-feira (15/04) ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), manifestando apoio ao Projeto de Lei Complementar nº 149/2019, conhecido como “Plano Mansueto Lighe”, que estabelece auxílio financeiro de R$ 89,6 bilhões a estados e municípios para minimizar o impacto do combate à Covid-19.

A aprovação da matéria, sustentam, seria fundamental para evitar o colapso nos serviços bancados por estados e municípios. “Não haverá reconstrução nacional e retomada econômica se permitirmos o colapso social que adviria da interrupção de serviços públicos essenciais, como saúde, segurança, educação, sistema penitenciário, iluminação e limpeza pública.”

“Estamos dedicados à salvaguarda da população contra o novo coronavírus e contra as implicações econômicas decorrentes da atual emergência sanitária. Temos compromisso com a proteção da vida e, igualmente, com a defesa de empresas e empregos, o que somente será possível com a manutenção do adequado funcionamento do Estado”, frisam os governadores.

O “Plano Mansueto Light” foi aprovado pela Câmara dos Deputados na segunda-feira (13/04) e ainda precisa ser avaliado pelo Senado. A matéria enfrenta resistência da equipe econômica do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que queria contrapartida menor, de R$ 40 bilhões, para que governadores e prefeitos lidem com a crise do novo coronavírus.

Assinam a nota os governadores do Amapá, Waldez Goés (PDT); do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB); de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM); do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB); de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM); de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB); do Pará, Helder Barbalho (MDB); da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania); do Piauí, Wellington Dias (PT); do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC); do Rio Grande no Norte, Fátima Bezerra (PT); do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB); de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL); de São Paulo, João Doria (PSDB); do Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD); e do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM).

Leia a carta na íntegra:

Carta dos Governadores ao S… by Bruna Aidar on Scribd

Últimas notícias