Eduardo Bolsonaro intermediou patrocínio de Hang a blogueiro, diz TV

Documentos obtidos pela CPI da Covid revelam mensagens trocadas entre o filho do presidente e o bolsonarista Allan dos Santos

atualizado 24/09/2021 21:55

Allan dos Santos veste traje socialHugo Barreto/Metrópoles

Documentos em poder da CPI da Covid-19 indicam que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) intermediou o patrocínio do empresário Luciano Hang ao programa Terça Livre, do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, acusado de espalhar fake news. A informação é do Jornal Nacional.

De acordo com a Polícia Federal, em mensagens trocadas em janeiro de 2019, o blogueiro pede que Eduardo o ponha em contato com Hang. “Quer que eu fale algo a ele para te introduzir?”, pergunta o deputado. “É melhor”, responde Allan.

Mais adiante na troca de mensagens, Eduardo afirma: “Ele [Hang] disse que você pode entrar em contato com ele. Falei que você é o nosso cara da imprensa para um projeto que desenvolvemos aqui nesta semana de aulas com o Olavo [de Carvalho]”.

No dia seguinte, o blogueiro diz ao deputado: “Sobre o Hang, quando ele voltar da Europa, falarei com ele”. Eduardo responde: “Beleza. Falei no macro com o Hang”. Quatro meses depois, Allan escreveu: “Luciano Hang tá dentro. Patrocínio para o programa”.

“Narrativa absurda”

O dono da Havan, que tem depoimento na CPI da Covid previsto para a próxima quarta-feira (29/9), disse ser vítima de uma “narrativa absurda” e afirmou ser mentira que ele tenha patrocinado veículos de internet que disseminaram desinformação.

Allan é investigado em dois inquéritos no STF que apuram disseminação de notícias falsas, ameaças a autoridades e financiamento de atos antidemocráticos.

Últimas notícias