Doria e Virgílio criticam Leite e defendem prévias do PSDB até domingo

Tucanos adversários de Eduardo Leite defenderam a contratação de nova empresa para a conclusão das prévias até o fim de semana

atualizado 23/11/2021 19:13

Gustavo Moreno/Especial Metrópoles

Em apoio ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o também candidato às prévias do PSDB e ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio disse que o partido terá de deixar o “jogo menor” para conseguir se unir, e condenou o que chamou de “boicote” às prévias, em crítica indireta ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Ambos voltaram a defender a realização da escolha interna do candidato tucano à Presidência da República nesta semana, situação em que o prazo para conclusão do processo seria o próximo domingo (28/11).

Em coletiva de imprensa, tanto Virgílio quanto Doria defenderam a substituição da tecnologia que dá base ao problemático aplicativo de votação desenvolvido pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs). O processo eleitoral interno agora está sob atribuição de uma empresa privada.

“Para se unir, o PSDB tem que acabar com esse jogo menor. O que eu não entendo é alguém estar boicotando uma coisa tão boa para o Brasil, que são as prévias”, disse Virgílio. “É normal, em uma prévia, se bater com seus adversários. O que não é normal é essa coisa miúda, se bater no que não é programático”, completou.

“O PSDB não é um partido de um dono”, ressaltou Doria, que chegou a ser chamado de autoritário pelo governador gaúcho. “Eduardo Leite não é nosso inimigo. Ele é parte do PSDB”, procurou contemporizar.

Na coletiva, Doria frisou que apoia a decisão do partido de contratar nova empresa para a conclusão das prévias no próximo domingo. O político paulista minimizou os atritos com seu adversário Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul.

“Nossa posição é favorável à nova tecnologia para que as prévias possam ser realizadas de forma segura, ampla, para complementar as prévias que foram iniciadas no domingo”, pontuou Doria.

“Todo processo democrático tem seus percalços, mas nada substitui a democracia. Nada substitui o direito ao voto daqueles que querem expressar sua vontade, no caso filiados e membros do PSDB. Queremos demonstrar isso através do apoio à resolução das previas no próximo domingo”, disse o governador.

0

Mais lidas
Últimas notícias