Deputado é condenado por acusar PSol de ligação com narcotráfico

O parlamentar terá de pagar indenização de R$ 8 mil, além de ocultar publicações nas quais vincula o partido ao narcotráfico

atualizado 04/03/2021 19:01

Deputado é condenado por acusar o PSOL de ligação com narcotráficoDivulgação

O deputado estadual Frederico D’Ávila (PSL-SP) deve desembolsar R$ 8 mil como pagamento de indenização por danos morais, após ter dito em suas redes sociais que o PSol é ligado ao narcotráfico internacional.

Depois da postagem, o PSol processou o deputado, que não conseguiu provar a acusação. A publicação aconteceu em uma discussão no Instagram com a deputada estadual Monica Seixas (PSol-SP ).

Na ocasião, D’Avila disse que Monica Seixas faz parte de um partido “que tem estreitas ligações com o narcotráfico internacional”.

Além do valor, o parlamentar também deve ocultar publicações nas quais acusa, sem provas, ligações do PSol com o narcotráfico. O deputado afirmou que recorrerá contra as duas decisões.

Em nota, a assessoria do parlamentar reclamou: “O juiz de primeira instância não acolheu a tese da imunidade parlamentar garantida na Constituição Federal”.

Ainda foi adiantado pela assessoria que “será apresentado recurso para o Tribunal de Justiça de São Paulo, que deve reformar a decisão reconhecendo que os deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”.

O PSol foi procurado, mas até o momento não respondeu. O espaço segue aberto.

0

Últimas notícias