Bolsonaro sobre ida à Rússia: “Capacidade de se antecipar a problemas”

Presidente foi ao país em fevereiro, poucos dias antes da invasão à Ucrânia. Bolsonaro defende que tratou da garantia de fertilizantes

atualizado 14/04/2022 13:28

Chefe do cerimonial da Presidência, diplomata Marcos Sperandio acompanhou o presidente Jair Bolsonaro durante encontro com presidente russo, Vladimir Putin Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a citar, nesta quinta-feira (14/4), a viagem que fez à Rússia, em fevereiro, poucos dias antes de o país comandado por Vladimir Putin invadir a Ucrânia e dar início à guerra – que já dura 50 dias. Segundo o mandatário, na ocasião foi garantida a oferta de fertilizantes russos para o agronegócio brasileiro.

“Todos os países do mundo buscam a segurança alimentar. E o Brasil, hoje em dia, tem a sua segurança alimentar e a garante para muitos outros países do mundo também”, iniciou o chefe do Executivo federal, em cerimônia realizada em João Pinheiro (MG).

Na terça-feira (12/4), o presidente ressaltou que o Brasil adota neutralidade no conflito e afirmou que essa decisão é justificada por negócios com o governo russo. O posicionamento, contudo, é criticado por especialistas e diplomatas, que acreditam que o país deveria condenar a agressão militar promovida pelo governo de Vladimir Putin.

“Nessa guerra lá fora, queriam que eu tomasse partido. Meu partido é o Brasil. Temos negócios com a Rússia. Somos neutros e continuamos recebendo fertilizantes deles. Imaginem o nosso agronegócio sem fertilizante? Cairia a produtividade”, disse Bolsonaro a apoiadores.

A Rússia é um dos países que mais exportam adubos e fertilizantes para o Brasil. Em janeiro, 30% do insumo que chegou ao território nacional veio dos russos, segundo o Ministério da Economia.

Agenda em Minas Gerais

Bolsonaro cumpriu agenda nesta quinta-feira (14/4) em Minas Gerais. O único evento oficial previsto na cidade é a cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural.

Acompanham o presidente na agenda parlamentares do estado e os ministros Marcos Montes (Agricultura) e Célio Faria Júnior (Secretaria de Governo).

O pai do cantor Gusttavo Lima também prestigiou o evento.

Mais lidas
Últimas notícias