Bolsonaro: “Se governadores zerarem ICMS, zero imposto federal”

A briga entre governos federal e estaduais sobre a redução de tributos tem gerado desconforto nos chefes dos Executivos locais

Jair Bolsonaro no AlvoradaRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 05/02/2020 11:34

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), comentou as críticas que vem recebendo de governadores após pedir que o ICMS dos combustíveis fosse tributado na saída das refinarias, o que afetaria em peso a arrecadação dos estados.

“Eu desafio os governadores e zero hoje o imposto federal se zerarem o ICMS”, disse Bolsonaro, ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quarta-feira (05/02/2020).

A briga entre os governos federal e estaduais sobre a redução de tributos vem gerando desconforto dos chefes dos Executivos locais com o presidente e chegou a ser assunto no grupo de WhatsApp dos governadores, que reclamaram da pressão que Bolsonaro vem fazendo para que as unidades da federação abram mão da arrecadação do ICMS.

“Eu abaixei o combustível três vezes nos últimos dias e o preço não caiu na bomba”, reclamou Bolsonaro. O presidente, no entanto, não especificou se o imposto a ser zerado sobre o combustível será a CID, PIS/Cofins ou ambos.

Últimas notícias