Bolsonaro recebe puxão de orelha de apoiadora em passeio. Veja

O presidente da República aproveitou o domingo para passear. Ele visitou o general Villas Bôas, uma igreja evangélica e a Catedral

Reprodução/Twitter

atualizado 05/01/2020 20:32

Em visita à Catedral Metropolitana de Brasília, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), recebeu, literalmente, um puxão de orelha de uma apoiadora neste domingo (05/01/2020).

Uma senhora, após tirar uma selfie com Bolsonaro, puxou a orelha dele, em tom de brincadeira. Não dá para entender exatamente ao que a mulher se referia quando “ralhou” com o presidente. Em seguida, o segurança do presidente abaixou o braço da mulher. Mas o ato foi repreendido pelo mandatário do Planalto, que disse: “Ela pode, ela pode”.

Mas o passeio de domingo não resultou, apenas, em puxão de orelha. Bolsonaro recebeu abraços e cumprimento de seus apoiadores. Ele ficou rodeado deles antes de entrar na igreja.

Depois de tantos cliques, o presidente entrou na Catedral e, de joelhos, fechou os olhos e fez uma oração que durou menos de um minuto. Em seguida, o chefe do Executivo desceu na Praça dos Três Poderes e conversou com algumas pessoas.

Mais cedo, o presidente visitou a casa do general Eduardo Villas Bôas, atual assessor especial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Aos 68 anos, o ex-comandante do Exército sofre de ELA, uma doença neuromotora degenerativa. O encontro durou cerca de 40 minutos.

Em seguida, Bolsonaro fez uma rápida parada na Igreja Universal localizada no Setor Sudoeste, mas não chegou a descer do carro. O comboio presidencial seguiu para o Setor Militar Urbano (SMU), onde fica a residência do general.

Últimas notícias