Bolsonaro nega conflito com Poderes: “Sempre fui de paz e amor”

Reunião com a cúpula dos três Poderes iria ocorrer na última quarta-feira (14/7), mas foi adiada após hospitalização do presidente

atualizado 18/07/2021 15:49

Após quatro dias internado, Bolsonaro deixa hospital em São PauloFábio Vieira/Metrópoles

Após deixar o hospital Vila Nova Star neste domingo (18/7), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou a relação com o Judiciário e o Legislativo e negou conflito entre os poderes.

“Nós vamos cada vez mais nos acertando em alguma coisa. Isso é para o bem do Brasil. E, da minha parte, não tem briga, eu sempre fui de paz e amor. Eu respeito integralmente a Constituição”, afirmou.

Na última quarta-feira (14), estava prevista reunião entre a cúpula dos três Poderes. No entanto, o encontro foi adiado depois que o chefe do Executivo deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. Ele foi transferido para São Paulo na tarde do mesmo dia para avaliar a necessidade de cirurgia.

A nova data para o encontro não está marcada. Bolsonaro disse que “com toda certeza, sem problema nenhum” a agenda será retomada. “Não tenha nada de anormal essas reuniões nossas. É acertar alguma coisa, trocar uma ideia”, pontuou.

Bolsonaro afirmou ainda ser o único chefe de Poder que não tem problemas dentro das instituições. “O ministro Fux [Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal] tem um Supremo ali onde alguns pensam diferente, o Lira [Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados] e o Pacheco [Rodrigo Pacheco, presidente do Congresso Nacional] também”.

0

Últimas notícias