Bolsonaro manda cancelar verba para filme sobre sua chegada ao poder

O presidente ainda postou que o governo está trabalhando para viabilizar uma reformulação ou extinção da Ancine

Alan Santos/PR

atualizado 26/07/2019 9:44

No Twitter, o presidente, Jair Bolsonaro (PSL), informou, nessa quinta-feira (25/07/2019), que mandou cancelar a captação de recursos, no valor de R$ 530 mil, autorizada pela Agência Nacional do Cinema (Ancine), para a produção de um filme sobre sua “campanha nas eleições”. O presidente ainda tuitou que a agência poderá ser extinta.

Confira:

Sinfonia nº 2
O projeto apresentado à Ancine é um documentário de longa-metragem, que seria dirigido por Josias Teófilo, sobre a história recente do Brasil, entre 2013 e 2018, e as crescentes tensões políticas e agitações sociais que resultaram na eleição de Bolsonaro.

As regras para angariar recursos estão no Artigo 1º da Lei do Audiovisual (Fomento Indireto). Em troca de fomento, as empresas conseguem benefícios fiscais. O projeto, apresentado com o nome Sinfonia nº 2, no entanto, ainda não havia captado nenhuma verba.

Últimas notícias