Bolsonaro diz que usa nome “fantasia” em exames médicos

O presidente vem sendo questionado sobre a veracidade dos seus testes feitos para diagnosticar a Covid-19

atualizado 27/03/2020 19:28

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta sexta-feira (27/03) que utiliza um “nome de fantasia” em seus exames médicos. A declaração foi feita no Palácio da Alvorada, onde Bolsonaro cumprimentou apoiadores e conversou com a imprensa.

Bolsonaro vem sendo questionado sobre a veracidade de seus exames feitos para diagnosticar a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Até o momento, ele se submeteu a dois testes que, segundo ele, deram negativo. Na semana passada, disse que pode fazer um terceiro exame.

Nesta sexta, o presidente foi questionado se divulgaria o resultado de seus exames, ao que respondeu:

“A lei garante, para qualquer um de nós, o sigilo dessas informações. O que acontece, olha só, eu nunca vi vocês falarem quem matou, quem mandou matar Bolsonaro, impressionante, Marielle é o tempo todo, né. Bolsonaro, não. Mas tudo bem. Eu já fiz uso de remédio manipulado, eu, quando o médico receitou, eu falei: ‘Dá pra ter um nome de fantasia aí? Porque eu não vou tomar. Eu sou um cara conhecido, pô. Tudo pode acontecer’. E assim foi feito, e assim são meus exames. Tem um número, tem código. Lógico que não vem meu nome”, disse.

Diante da insistência de um repórter, que pediu para que os exames fossem divulgados, assim como o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fez, Bolsonaro disse que a imprensa torce para que ele esteja mal.

“Olha, você dorme comigo? Pô, cara, acabou essa pergunta aí. Eu to bem. Pelo amor de Deus, eu to bem. Vocês tão torcendo pra eu tá mal, né: ‘Irresponsável’. Perderam, outra pergunta, essa acabou”, declarou.

Mais lidas
Últimas notícias