Bolsonaro diz que era “castigo” sentar ao lado de uma menina quando criança

Declaração foi feita em transmissão ao vivo nas redes sociais. Em 2017, presidente já falou em "fraquejada" sobre nascimento de sua filha

atualizado 26/11/2020 20:57

Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (26/11), durante a live semanal nas redes sociais, que, quando criança, considerava um “castigo” e uma “vergonha” sentar ao lado de uma menina na sala de aula.

“Eu estudei em 1964 no Grupo Escolar Coronel Siqueira de Moraes em Jundiaí. Eu lembro que tinha lá a professora Tutu. Era o nome dela. Tutu. E eu lembro do meu lado sentava a aluna Rosana. Quando botava você sentado ao lado de uma menina, você ficava com vergonha. Era um castigo que você sofria”, disse o presidente.

Segundo Bolsonaro, o episódio fazia com que ele aprendesse que, naquela situação, estava “faltando algo” para “melhorar na educação”.

Em 2017, durante uma palestra no Rio de Janeiro, Bolsonaro já disse que tinha quatro filhos do sexo masculino, mas que havia dado uma “fraquejada” quando sua filha mais nova, Laura, nasceu.

“Eu tenho 5 filhos. Foram 4 homens, a 5ª eu dei uma fraquejada e veio uma mulher”, afirmou na ocasião.

Últimas notícias