Bolsonaro divulga ato contra o Congresso desde antes do Carnaval

Amigo do presidente, ex-deputado Alberto Fraga mostrou ao Metrópoles arquivo que recebeu de Bolsonaro, mas acha que ele "apenas repassou"

atualizado 26/02/2020 7:28

O ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que é amigo próximo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), disse ao Metrópoles nesta terça-feira (25/02/2020) ter recebido um vídeo do chefe do Executivo federal com a convocação dos brasileiros para a manifestação que foi marcada para o próximo dia 15 de março, após reclamação do ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, sobre a “chantagem” do Congresso em relação ao governo.

O assunto ganhou importância ao longo do Carnaval, mas Fraga ressaltou que o encaminhamento do conteúdo foi realizado antes do feriado. “Foi um vídeo desses movimentos de rua convidando. O presidente, em nenhum momento, está convocando alguém para ir às ruas. Acredito que ele apenas repassou. E friso: foi antes do Carnaval”, garantiu.

Nesta terça (25/02/2020), o Metrópoles mostrou que, apesar do feriado, a adesão de autoridades como deputados ligados ao presidente, o secretário da Pesca e até o próprio Bolsonaro a um ato que é contrário ao Congresso está repercutindo negativamente entre parlamentares.

Conteúdo
Fraga mostrou à reportagem o vídeo que Bolsonaro lhe enviou antes do Carnaval. A gravação diz: “Por que esperarmos pelo futuro se não podemos tomar de volta o nosso Brasil? Qual futuro desejamos para nossos filhos e netos? Basta! O Brasil só pode contar com você!”.

A narração ainda faz o chamamento da população ao dizer: “Todo poder emana do povo. Vamos resgatar nosso poder! Vamos resgatar o Brasil”, diz.

Com o Hino Nacional e fotos de Bolsonaro ao fundo, ainda é apresentado: “Temos um presidente cristão, patriota, incorruptível, que sofre e luta por essa nação”.

Veja o vídeo encaminhado por Bolsonaro a Fraga:

Últimas notícias