Bolsonaro chama governador Doria de “doninho de São Paulo”

Presidente comentou declaração do governador de que vai multar Bolsonaro caso ele não use máscaras em motociata no sábado

atualizado 11/06/2021 10:48

Presidente Jair Bolsonaro , durante apresentação das ações para desburocratização e atração de investimentos para setor de turismo 3Igo Estrela/Metrópoles

Ao comentar declaração do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que prometeu multar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) caso ele não use máscara em visita ao estado, o chefe do Executivo nacional chamou o tucano de “doninho de São Paulo”.

“Eu nem discuto. Quem é o governador de São Paulo? Não sei, quem é, desconheço. É dono de São Paulo agora? Virou dono agora? Doninho de lá? Virou doninho de São Paulo? ‘Aqui, eu multo.’ É assim o negócio lá?”, disse ele na saída do Palácio da Alvorada.

Na última quarta-feira (9/6), Doria disse que se Bolsonaro desrespeitar os protocolos sanitários paulistas será responsabilizado.

O presidente viajou nesta sexta-feira (11/6) para São Mateus (ES), onde participa, às 13h, de uma cerimônia de entrega do Residencial Solar São Mateus. No sábado (12/6), ele participa na capital paulista de uma motociata organizada por apoiadores do governo federal.

Segundo o presidente, a expectativa para o evento é de reunir em torno de 300 mil motos.

Na quinta-feira (10/6), Bolsonaro disse que mandou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fazer um parecer para desobrigar o uso de máscaras por pessoas que já tiveram Covid-19 e por vacinados.

“Ontem, pedi pro ministro de Saúde fazer um estudo sobre máscara, né? Porque quem já foi infectado e quem tomou a vacina não precisa usar máscara. Quem vai decidir é ele, vai dar um parecer”, apontou Bolsonaro.

Logo depois, o presidente ironizou a situação. “Se bem que quem decide na ponta da linha é o governador e o prefeito. Eu não apito nada, né? É ou não é? Segundo o Supremo, quem manda são eles. Mas nada como você estar em paz que a sua consciência aí”, pontuou Bolsonaro nesta sexta.

Últimas notícias