Azevedo: Bolsonaro não decidiu se manterá Força Nacional no Ceará

Segundo chefe da Defesa, governo ainda não decidiu se estenderá o prazo da Operação Garantia da Lei e da Ordem

atualizado 27/02/2020 11:58

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), se reuniu com os ministros da Defesa, Justiça e Segurança Pública, Casa Civil, Secretaria de Governo e Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para tratar da escalada da violência no Ceará, após policiais militares cruzarem os braços e se amotinarem em batalhões e quartéis.

No encontro, ocorrido entre as 9h e as 11h desta quinta- feira (27/02/2020), Bolsonaro recebeu o relato dos ministros sobre a viagem ao Ceará. Sergio Moro (Justiça), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), e o advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, estiveram em Fortaleza nesta semana para acompanhar a Operação Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

Ao deixar a reunião, o presidente saiu sem falar com a imprensa. O ministro da Defesa afirmou que o governo ainda não decidiu se prorrogará o prazo de vigência da GLO, marcado para terminar nesta sexta.

Últimas notícias