Após revés sobre PEC da reeleição, Senado retira do ar consulta pública

Até o momento da retirada, a proposta tinha 9.138 votos contrários e 143 favoráveis; A Casa alega manutenção já prevista no sistema

atualizado 11/09/2020 15:46

Reprodução

O Senado Federal retirou do ar uma consulta pública sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33/20, que prevê a reeleição do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Até o momento da retirada, na noite da quinta-feira (10/9), a proposta tinha 9.138 votos contrários e 143 favoráveis — ou seja, a proposta teve 1,5% de apoio da população.

O Senado tem como praxe publicar enquetes sobre propostas para que a população possa avaliar virtualmente. Contudo, ao visitar a página, a mensagem que consta é: “Desculpe o transtorno. A ferramenta de Consulta Pública está em manutenção para correção da exibição da ementa e autoria das proposições.”

A PEC foi apresentada pela senadora Rose de Freitas (sem partido-ES), aliada de Alcolumbre, na última semana, e gerou polêmica entre os parlamentares, inclusive com o então partido, o Podemos. Ela se desfiliou da legenda. A proposta também beneficia o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Contatada pelo Metrópoles, a assessoria disse que o sistema e-Cidadania e a ferramenta de busca no portal do Senado encontram-se em manutenção, que já estava prevista.

Em nota, a assessoria afirmou também que “foi detectado um possível aumento de conexões a partir de um site do Rio Grande do Sul e novas ferramentas de segurança serão desenhadas para evitar a atuação de robôs. As providências cabíveis estão em curso e o sistema voltará ao ar tão logo as novas funcionalidades estejam implementadas”.

0

Últimas notícias