“A lei é maior que os extremistas”, diz Dino sobre operação da PF

Segundo Dino, são cumpridos pela Polícia Federal 11 mandados de prisão preventiva e 27 de busca e apreensão contra golpistas e terroristas

atualizado 27/01/2023 9:50

Imagem colorida mostra o mnistro Flávio Dino Michel Melo/Metrópoles

Flávio Dino, ministro da Justiça e Segurança Pública, afirmou que nesta sexta-feira (27/1) que são cumpridos pela Polícia Federal (PF) 11 mandados de prisão preventiva e 27 de busca e apreensão contra golpistas e terroristas. “A autoridade da lei é maior do que os extremistas”, escreveu o ministro.

A PF deflagrou hoje a terceira fase da Operação Lesa Pátria, com objetivo de identificar mais pessoas que participaram, financiaram e fomentaram os atos terroristas cometidos em 8 de janeiro, em Brasília. Na ocasião, extremistas invadiram e depredaram o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com a coluna Na Mira, do Metrópoles, os mandados de prisão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) são para os seguintes estados: Rio de Janeiro (1), Minas Gerais (2), Paraná (1), Santa Catarina (1), Espírito Santo (4) e Distrito Federal (2).

A PF informou que os fatos investigados representam, inicialmente, crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

Mais lidas
Últimas notícias