Vídeo. Deputado do PSL e mulher trocam cusparadas e ofensas

Daniel Silveira a chamou de "Dragão de Komodo", "lhama cuspideira" e "aprendiz de Jean Wyllys"

reprodução: redes sociaisreprodução: redes sociais

atualizado 10/12/2019 13:57

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) protagonizou mais uma polêmica. O parlamentar se desentendeu com uma mulher na última sexta-feira (06/12/2019), na lanchonete de uma universidade particular onde o político estuda, em Petrópolis (RJ). 

O próprio Daniel Silveira, que gravou o embate, compartilhou as imagens em rede social. De início, o deputado afirma que a “cidadã” disse que o local era mal frequentado, fazendo referência ao parlamentar. A mulher, por sua vez, diz que o deputado a chamou de gorda.

Após o bate-boca, a mulher chamou o deputado de “ridículo”, disse que “fascistas não passarão”, e cuspiu em Daniel. “Se você me cuspir eu vou te levar presa”, ameaçou, logo em seguida. 

Daniel Silveira então cuspiu na mulher, que revidou. O parlamentar a empurrou. “Você me bateu”, reclamou ela, ao ameaçar chamar a polícia. “Estou te empurrando para você sair de cima de mim”, se explicou o deputado.

Nas redes sociais, o parlamentar batizou a mulher de “Dragão de Komodo”, “lhama cuspideira”, “aprendiz de Jean Wyllys” ou “seja lá o que for”. “Pau que dá em Chico, dá em Francisco. Tinha que ser um homem, assim, levaria um soco na boca”, justificou.

Veja o vídeo da agressão:

Em nota, a Universidade Estácio de Sá disse repudiar qualquer ato de violência e ressalta que nenhum dos envolvidos procurou a direção do campus para relatar o ocorrido. “A direção da Unidade Petrópolis está aberta para atender os alunos.”

O Metrópoles não conseguiu localizar a mulher que aparece no vídeo. 

Últimas notícias