*
 

Em entrevista veiculada nesta quinta-feira (8/11), o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro fez uma série de críticas ao juiz Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça. As informações são do blog Inconsciente Coletivo, publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Responsável pela defesa de 17 pessoas envolvidas no âmbito da Operação Lava Jato, Kakay, como é conhecido, já advogou para três presidentes da República, 80 governadores e diversos dirigentes partidários.

“Assumir o ministério no governo do Bolsonaro, sendo que ele foi talvez um dos principais atores – se não o principal ator – na pré-campanha e na campanha, como um juiz atuando politicamente com prisões, com manifestações, com vazamento de informações, foi um tapa na cara no Judiciário”, pondera o profissional.

Na opinião de Kakay, Moro é um “homem competente”, mas um “péssimo juiz”. Para o advogado, o magistrado “usou o Judiciário” ao aceitar o cargo no futuro governo Jair Bolsonaro.