Revista e veto a guarda-chuvas marcam visita de Bolsonaro a igreja

Em dia de manifestações populares a favor do governo, presidente da República participou de um culto religioso

Alan Santos/PRAlan Santos/PR

atualizado 26/05/2019 12:03

Um forte esquema de segurança foi montado para que o presidente da República, Jair Bolsonaro, participe de um culto religioso, na manhã deste domingo (26/05/2019), na Igreja Batista Atitude, no Recreio, bairro da Zona Oeste do Rio.

Os fiéis que chegavam para o culto foram submetidos à revista minuciosa, que incluía detector de metais e proibição de entrada no templo com garrafas d’água e guarda-chuvas. Alguns reclamavam das longas filas que se formaram para entrar na igreja.

Um homem foi retirado da fila pela equipe de segurança e impedido de assistir ao culto, mas o motivo de ter sido barrado não foi informado.

Bolsonaro participou ontem da cerimônia de casamento do filho Eduardo Bolsonaro, deputado federal pelo PSL-SP. Eduardo e Heloísa Wolf se casaram em uma cerimônia para 150 convidados, nos jardins de uma casa de festas em Santa Teresa, na região central da capital fluminense. A celebração foi restrita a uma lista seleta de parentes e amigos da família.

A assessoria da Presidência da República ainda não soube precisar a data e horário de retorno de Jair Bolsonaro a Brasília.

Últimas notícias