Ramos reúne-se com bancadas e votação da Previdência pode atrasar

Foram protocolados, até o momento, 109 destaques para a votação do relatório apresentado nesta terça: 24 de bancadas e 85 individuais

Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosPablo Valadares/Câmara dos Deputados

atualizado 02/07/2019 21:32

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), convocou, nesta terça-feira (02/07/2019), reunião de coordenadores de bancada na manhã desta quarta-feira (03/07/2019) para definir se haverá sessão do colegiado.

Isso porque foram protocolados, até o momento, 109 destaques para a votação do relatório apresentado nesta terça — 24 de bancadas e 85 individuais. Segundo Ramos, muitos deles foram feitos baseados no texto anterior. Por isso, a assessoria da comissão tem que fazer “um redirecionamento” dos textos.

“Se houver acordo, podemos começar o processo de análise amanhã. Ou pode ficar pra quinta. Estou pronto para votar, mas vai depender de um entendimento”, explicou.

O prazo para a apresentação de destaques no colegiado se encerra a partir do início da votação do parecer, explica Ramos. Até lá, deputados podem tentar alterar o voto complementar do relator, Samuel Moreira (PSDB-SP).

Últimas notícias