Gustavo Montezano assume a presidência do BNDES

Cerimônia de posse aconteceu no Palácio do Planalto

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 16/07/2019 14:15

Quase um mês depois de ter o nome divulgado pelo Palácio do Planalto, Gustavo Montezano assumiu a presidência do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A cerimônia de posse aconteceu nesta terça-feira (16/07/2019), com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e do ministro da Economia, Paulo Guedes. “O BNDES será menos banco e mais desenvolvimento”, declarou mais de uma vez o novo chefe, que prometeu alinhamento total com o governo federal.

Na ocasião da indicação de Montezano, no dia 17 de junho, Bolsonaro voltou a dizer, por meio do porta-voz da Presidência, que quer abrir a “caixa-preta” do banco, referindo-se a empréstimos realizados nas gestões anteriores. Entre cinco metas para este ano, essa foi a primeira elencada pelo novo titular da instituição financeira, durante a posse.

“É um momento extremamente importante para o nosso país. Sinto, com muita confiança, e olhando para os senhores e para as senhoras, é que o Brasil alcançará o local de destaque no cenário mundial ainda em nosso governo”, declarou Bolsonaro.

O ex-presidente do BNDES Joaquim Levy, que integrou o governo Dilma (PT) como ministro, pediu demissão no dia 16 de junho após críticas do mandatário do país.

O racha entre Levy e Bolsonaro começou quando o chefe do Palácio do Planalto ordenou a demissão do diretor de Mercado de Capitais do banco, Marcos Pinto, que havia sido assessor do BNDES na gestão petista. Levy se antecipou e deixou o posto.

Perfil do novo presidente
Indicado por Paulo Guedes, Montezano estava no exterior e voltou ao Brasil para assumir o cargo de secretário especial adjunto de Desestatização do Ministério da Economia.

Engenheiro mecânico pelo Instituto Militar de Engenharia e mestre em economia pela Ibmec, ele trabalhava diretamente com Salim Mattar. Aos 38 anos, foi sócio do BTG Pactual e atuava em Londres na ECTP (Ex- BTG Pactual Commodities).

Últimas notícias