Greenwald comemora Moro nas capas das principais revistas: “Lindo”

Editor do The Intercept usou as redes sociais para mostrar repercussão sobre supostos diálogos entre o ex-juiz e procuradores da Lava Jato

Reprodução/FacebookReprodução/Facebook

atualizado 15/06/2019 17:26

O jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept, usou sua conta no twitter para comemorar a repercussão da divulgação das conversas entre o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e procuradores da Lava Jato. O jornalista estampou uma foto das principais revistas semanais, Veja, Época, Carta Capital e IstoÉ, estampando na capa foto do ministro e reportagem sobre os vazamentos. Greenwald comentou: “Lindo”.

Moro era coordenador da Lava Jato na época em que os supostos diálogos divulgados pelo site teriam ocorrido e responsável pela condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão devido ao processo conduzido pelo ex-juiz referente à propriedade de um apartamento triplex, localizado no balneário do Guarujá, no litoral de São Paulo.

Os diálogos sugerem que Moro orientava os procuradores na acusações, nos processos que ele mesmo julgaria posteriormente, o que proibido por lei.

Alguns diálogos divulgados indicam que Moro chegou a orientar como a força-tarefa deveria proceder com a imprensa para rebater as argumentações da defesa do ex-presidente. Moro era titular da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) e teria ajudado a construir a estratégia para a imprensa para fazer frente ao que chamou de “showzinho da defesa” do petista.moro