Gilberto Kassab diz que “PSD não fechará questão sobre Previdência”

Bolsonaro recebe caciques do Centrão para pedir apoio na aprovação do texto que muda as regras da aposentadoria, em tramitação na Câmara

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 04/04/2019 12:32

Após se encontrar com Jair Bolsonaro (PSL) nesta quinta-feira (4/4), o presidente do PSD, Gilberto Kassab, adiantou que o partido não fechará questão sobre a reforma da Previdência. Ou seja, de acordo com o presidente, os parlamentares terão direito a escolha pessoal na hora de votar.

“O partido não fechará questão, mas faremos um esforço bastante intenso no sentido de mostrar aos parlamentares a importância dela para o Brasil”, afirmou Kassab. Segundo ele, a reforma segue em sintonia com os projetos do PSD e, por isso, não haverá dificuldade em convencer os deputados da bancada. “Haverá uma boa vontade do partido”, garantiu.

O presidente contou que Bolsonaro pediu, durante o encontro, ajuda com a articulação política para a aprovação do texto. Kassab deixou claro, no entanto, a política de independência do governo. Para ele, isso não exclui o apoio a projetos que estejam “sintonizados com o programa do partido”.

Durante conversa com a imprensa, Kassab garantiu que não houve oferta de cargos em troca de votos e comentou ser cedo para cobrar qualquer articulação com o Congresso Nacional.

Atuação
O presidente do PSD aproveitou o momento para parabenizar a conduta do ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, nessa quarta-feira (3). Para ele, era de se esperar as ofensas vindas da oposição e disse que foi necessário “coragem” para enfrentar o embate.

Na opinião de Kassab, a obrigação de articular com o Parlamento é do chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e do ministro da Secretaria de Governo, Santos Cruz. “Não vejo o Guedes fazer articulação, vejo ele como ministro da Economia trabalhando pra convencer o Congresso Nacional de que esse é um projeto imperante ao Brasil”, completou.

Últimas notícias