Estados na Previdência: “Não sei se tem solução”, diz governador do ES

Os governadores se reúnem com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta terça

Hélio Filho/SecomHélio Filho/Secom

atualizado 02/07/2019 11:36

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, disse, nesta terça-feira (02/06/2019), que espera a inclusão de estados e municípios no texto da reforma da Previdência. Entretanto, o capixaba afirmou que não sabe se há uma solução para fechar um acordo antes da apresentação do texto na comissão especial, marcado para a tarde desta segunda.

“Não sei nem se tem solução agora, vamos argumentar sobre as necessidades que o servidores públicos estudais tenham as mesmas regras da reforma. O Congresso está com pressa, o governo está com pressa”, destacou.

Os governadores se reúnem com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta terça para tentar um entendimento em torno da inclusão das unidades federativas na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019.

Na semana passada, Maia se encontrou com os representantes dos estados do Nordeste, que são os principais líderes que ainda resistem à questão. Na negociação, o grupo pede pela aprovação de uma série de projetos no Congresso para diminuir o déficit local.

Na contramão do apelo do presidente da Câmara, líderes do Centrão são contrários à inclusão de estados e municípios na reforma. Isso porque questionam o engajamento de governadores na aprovação de um projeto tido como “impopular”.

O líder da maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (PP-AL), afirmou que defende “o que for decidido pela maioria” e, se os governadores trouxerem votos, é preciso que parlamentares ligados a eles “coloquem suas digitais”.

Últimas notícias