Em áudios, Bolsonaro articula derrubada do líder do PSL na Câmara

Diálogos divulgados pela revista Crusoé mostram o presidente se empenhando para destituir Delegado Waldir e pôr o filho Eduardo no cargo

Carolina Antunes/PRCarolina Antunes/PR

atualizado 17/10/2019 9:45

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) não mediu esforços para conseguir derrubar o líder da sua legenda na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir, e encaixar seu filho “03”, Eduardo Bolsonaro, no cargo. Áudios divulgados com exclusividade pela revista Crusoé, nesta quarta-feira (16/10/2019), mostram diálogos entre Bolsonaro e parlamentares onde o mandatário do país avisa: “Olha só, estamos com 26, falta uma assinatura para a gente tirar o líder e botar o outro”.

Ouça os áudios aqui, aqui, aqui e aqui.

Nesta quarta, o líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (GO), afirmou que os aliados do chefe do Executivo federal na bancada, que tem 53 membros, conseguiram 27 assinaturas para derrubar Waldir.

O próprio presidente ligou para os parlamentares pedindo que eles assinassem o documento. Mais cedo, Waldir atacou duramente o titular do Palácio do Planalto e o seu filho “01” – senador Flávio Bolsonaro (RJ) – e o filho “03”.

Quando a guerra por assinaturas se acirrou, na noite desta quarta, o Delegado Waldir convocou a imprensa às pressas na porta da liderança do PSL e deu sua entrevista mais contundente até agora. Na fala, acusou o presidente Jair Bolsonaro de estar interferindo no parlamento e “rasgando a Constituição”.

Últimas notícias