Ciro diz em campanha no DF que FHC trabalha pela eleição de Haddad

Candidato do PDT comentou carta escrita pelo tucano pedindo união contra candidatos de extremo

JP Rodrigues / Especial para o MetrópolesJP Rodrigues / Especial para o Metrópoles

atualizado 21/09/2018 17:04

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, disse nesta sexta-feira (21/9), durante ato de campanha no Distrito Federal, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, faz campanha pela eleição de Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência.

A declaração do pedetista foi feita após questionamento sobre a carta publicada pelo tucano a favor de uma união do centro político na eleição presidencial deste ano. Para Ciro, FHC não respeita “nem o próprio ego”.

“É muito mais fácil um boi voar de costas [que uma união de centro político]. O Fernando Henrique não percebe que o tempo dele já passou. Minha sugestão é que ele troque o pijama de bolinhas por um de estrelinhas. Na verdade, ele está preparando voto no Haddad. Ele não tem respeito a ninguém. Nem ao próprio ego.”

Adversários
O presidenciável pelo PDT também comentou as polêmicas das últimas semanas envolvendo Paulo Guedes, o guru econômico do candidato Jair Bolsonaro (PSL), que chegou a impor uma ordem de silêncio em seu comitê eleitoral e enquadrar seus principais auxiliares. “Só uma pessoa muito inocente e doida para ser enganada acredita que Bolsonaro vai dar 15 dias de atenção ao Paulo Guedes, um ultraliberal e entreguista completo”, disse.

O pedetista afirmou ainda que reza diariamente por uma intervenção divina que impeça a eleição de Bolsonaro. “Peço a Deus proteção para o Brasil não saltar nesse escuro”.

Outro tema sobre o qual Ciro foi indagado durante o ato de campanha envolve tentativas de associá-lo a condutas machistas. O candidato negou que desrespeite as mulheres e procurou exaltar a importância feminina no processo eleitoral. “As mulheres e os mais pobres vão salvar o país do precipício do fascismo, militarismo extremista, radical”.

Nesta sexta, Ciro promoveu agenda com o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, candidato à reeleição pelo PSB, no Núcleo Bandeirante, cidade próxima a Brasília. O encontro foi marcado por tumulto e empurra-empurra. A passagem do pedetista foi rápida. Durou cerca de 25 minutos. De lá, Ciro seguiu para Goiânia.

Últimas notícias