Carta de Bolsonaro é lida na primeira sessão legislativa do Congresso

O texto foi apresentado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni na cerimônia conjunta da Câmara e do Senado

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 04/02/2019 15:55

Teve início na tarde desta segunda-feira (4/2) a primeira sessão da nova legislatura no Congresso Nacional. Logo após uma salva de 21 tiros de canhão, realizada no gramado em frente, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, chegou ao local com a mensagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Essa é uma sessão solene conjunta da Câmara dos Deputados e do Senado, presidida pelo presidente do Congresso, o senador Davi Alcolumbre. Ele venceu a eleição realizada no último sábado (2/2). Como presidente do Senado, ele também fica no comando do Congresso.

O texto levado por Lorenzoni reúne as prioridades do governo federal para os próximos anos. De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, ele deve abordar propostas de uma nova Previdência Social e de combate ao crime organizado e à corrupção. Essa última apresentada nesta segunda-feira (4/2) de manhã pelo ministro Sérgio Moro. Outro tema prioritário para a nova gestão é a lei de segurança de barragens.

A mensagem é lida durante a sessão solene na presença dos parlamentares e autoridades convidadas. Também participam da cerimônia, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o presidente reeleito da Câmara, Rodrigo Maia, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e os ministros Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência da República), general Fernando Azevedo (Defesa) e Bento Costa Lima (Minas e Energia).

Últimas notícias