Briga entre Glenn e Augusto Nunes repercute nas redes sociais

O brasileiro deu um tapa no jornalista americano durante programa ao vivo nesta terça-feira (07/11/2019)

atualizado 07/11/2019 17:19

Instantes após os jornalistas Augusto Nunes e Glenn Greenwald protagonizarem uma briga, durante entrevista ao vivo no programa Pânico, da Rádio Joven Pan, na manhã desta terça-feira (07/11/2019), pessoas influentes no meio político foram às redes sociais comentar o caso.

O apresentador de rádio e o colunista do site The Intercept Brasil trocaram agressões ao vivo. “Você é um covarde. Eu vou falar por que você é um covarde”, acusou Glenn, durante o bate-boca, apontando o dedo para Augusto Nunes. Incomodado, o apresentador ameaçou o norte-americano e deu início a uma sequência de tapas.

Marido de Glenn, o deputado federal David Miranda (PSol-RJ) disse que Augusto Nunes é “indigno”. “Covarde, sem escrúpulos. Do tamanho da reação lamentável que teve hoje na Jovem Pan.”

Ex-candidato à Presidência da República no ano passado, Ciro Gomes (PDT) gravou um vídeo prestando “todo apoio” ao jornalista americano. “Esse senhor Augusto Nunes merece todo repúdio”, disse, ao chamar o apresentador de “vagabundo” e “bandido”. 

“Isso é um total absurdo. Tanto não informar sobre a presença dele quanto obviamente essa agressão. Augusto Nunes é uma criatura abjeta e covarde. Eu espero que meus filhos nunca precisem respirar o mesmo ar que esse demente”, escreveu o jornalista Leandro Demori, colega de redação de Glenn.

Por outro lado, o guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, parabenizou a atitude do radialista. “O Augusto Nunes descendo a porrada no Verdevaldo foi a coisa mais linda da TV brasileira ever”, comentou.

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), também entrou na disputa. O filho 02 do presidente disse que é “questão de honra” bater no jornalista americano, responsável pela série de reportagens batizada de Vaza Jato.

Últimas notícias