Boulos sobre liberdade de Lula: “Começo da derrota de Moro”

Candidato à presidência pelo PSol em 2018 definiu o ministro da Justiça e Segurança Pública como "xerife que partidarizou a Justiça"

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 09/11/2019 12:43

São Bernardo do Campo (SP) – Cercado por militantes de esquerda que aguardam Lula no Sindicado dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), Guilherme Boulos definiu a liberdade do petista como “começo da reparação da injustiça”. O candidato à presidência da República pelo PSol nas eleições 2018 também atacou o ministro da Justiça e Segurança Pública. “Começo da derrota de Sergio Moro, o xerife que partidarizou a Justiça no Brasil”, disse ao Metrópoles.

O deputado federal Marcelo Freixo (Psol-RJ) vê em Lula solto um “momento de unidade”. “A libertação representa a esperança, momento para construirmos um programa para derrotar o retrocesso no Brasil”, completou.

O deputado federal Vicentinho (PT-SP) afirmou que o sindicato “é o lugar dele”, em referência a Lula. “Por onde anda, ele volta ao sindicato. Como candidato ou eleito, ele sempre volta ao sindicato”, disse. “Ele tem amor pelo sindicato e nós por ele. Ele vem aqui pegar energia para lutar pela retomada dos direitos do povo trabalhador”, continuou o parlamentar.

Últimas notícias