Bolsonaro recebe unção do bispo Edir Macedo no Templo de Salomão

Presidente participou de culto na sede da Igreja Universal do Reino de Deus, em São Paulo. A volta para Brasília será neste domingo

atualizado 01/09/2019 14:37

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) participa na manhã deste domingo (01/09/2019) de um culto no Templo de Salomão, sede da Igreja Universal do Reino de Deus, situado no bairro do Brás, em São Paulo. O evento não foi aberto à imprensa para a realização de imagens, mas fiéis presentes postaram fotos do mandatário da República no palco do santuário, recebendo unção do bispo Edir Macedo, líder da IURD (imagem em destaque).

A viagem de Bolsonaro a São Paulo neste fim de semana tinha como objetivo a visita ao Templo de Salomão, mas o presidente aproveitou para passar por avaliação médica ao chegar ao aeroporto de Congonhas. Ocasião na qual descobriu que terá de passar por nova cirurgia, no próximo fim de semana, para retirar uma hérnia do abdômen.

O culto começou por volta das 9h30. Às 10h10, o presidente foi convidado por Macedo para ir até ao altar receber oração. O bispo solicitou aos milhares de fiéis presentes que rezassem juntos.

A pedido do bispo, Bolsonaro se ajoelhou de costas para os fiéis. O líder religioso, então, começou a falar que, no passado, convidou para ir à sua igreja um outro candidato ao Planalto, que acabou virando presidente, mas que não foi possível contar com a presença da mencionada pessoa. O bispo não especificou a quem ele estava se referindo.

Em seguida, disse que, desta vez, Deus escolheu Bolsonaro para liderar 210 milhões de brasileiros. Pôs as duas mãos sobre a cabeça do mandatário, com o óleo para a unção, e, enquanto uma música triunfal era tocada e milhares de pessoas sussurravam em orações, declarou: “Uso de toda a autoridade que me foi concedida por Deus para abençoar este homem, para lhe dar sabedoria, para que este país seja transformado, que faça um novo Brasil”.

Bolsonaro se levantou, os dois se abraçaram e o bispo disse que Deus está com o presidente, sendo aplaudido pelo público. A unção durou cinco minutos.

Antes de chamar Bolsonaro, Macedo chegou a fazer uma comparação entre Deus e o presidente. O bispo disse que Deus honra aos que o honram e que, para honrar a Deus, é preciso crer na palavra dEle. “Hoje, nós estamos recebendo a presença do presidente Jair Bolsonaro, e ele foi eleito porque acreditamos na palavra dele”, disse. “Aqueles que perderam a eleição foi porque nós não cremos na palavra deles. Sim ou não?, pergunta o líder espiritual aos fiéis, que confirmam.

Depois de receber a unção, Bolsonaro deixou o culto para fazer uma visita guiada pela igreja.

No último sábado (31/08/2019), em almoço com jornalistas em Brasília, Bolsonaro contou que o bispo, de quem se aproximou durante a campanha eleitoral de 2018, havia lhe pedido para ser recebido na capital federal. “Mas eu disse que não, que ele ficasse em São Paulo porque eu que iria”, revelou o presidente.

A volta do mandatário do titular do Palácio do Planalto para Brasília está marcada para as 18h45. Também na conversa com a imprensa, Bolsonaro confidenciou que pediu aos responsáveis por sua agenda que lhe dessem tempo para assistir – pela TV – à partida entre Flamengo e Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro de futebol neste domingo, que será exibida às 16h.

Ainda em São Paulo, o presidente gravou entrevista para a TV Record. O conteúdo deve ir ao ar no programa Domingo Espetacular. (Com informações da Agência Estado)

Últimas notícias