Após críticas de vice, Bolsonaro sai em defesa do 13º salário

General Hamilton Mourão chamou o benefício de "jabuticaba", em palestra no Rio Grande do Sul.

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 27/09/2018 17:58

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, publicou uma mensagem no Twitter no início da tarde desta quinta-feira (27/9) afirmando que críticas ao 13º salário “são ofensas a quem trabalha” e retratam o desconhecimento da legislação trabalhista. O posicionamento do deputado ocorre após seu vice, general Hamilton Mourão (PRTB), fazer declarações contra o benefício em palestra no Rio Grande do Sul.

Confira a postagem de Bolsonaro: 

Nessa quarta (26), em palestra na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Uruguaiana, Mourão afirmou que o benefício e o pagamento extra no período de férias são “jabuticabas”, em referência à fruta produzida apenas no Brasil. “Temos algumas jabuticabas que a gente sabe que é uma mochila nas costas de todo empresário. Jabuticabas brasileiras: 13º salário. Se a gente arrecada 12 [salários], por que pagamos 13? É complicado”, disparou o general durante encontro no sul do país.

Veja a palestra que gerou a polêmica

Ainda no evento, o vice de Bolsonaro reclamou que o Brasil é a única nação em que os trabalhadores entram em férias e ganham mais. Ainda de acordo com Mourão, a legislação tem uma “‘dita visão social’, mas com o chapéu dos outros” e não com o do governo.

Procurado pela na manhã desta quinta-feira (27), o comitê de campanha do presidenciável alegou que as afirmações do general são de cunho “pessoal”.

Últimas notícias