Kim desiste de presidir a Câmara e fará campanha por candidato do Novo

Depois de conversar com Rodrigo Maia (DEM-RJ), fundador do MBL decidiu sair da disputa e prestar apoio a adversário do correligionário

Gabriel Pereira/MetrópolesGabriel Pereira/Metrópoles

atualizado 23/01/2019 17:16

Um dos fundadores do Movimento Brasil Livre (MBL), o deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) oficializou, nesta quarta-feira (23/1), a retirada de sua candidatura à presidência da Camara dos Deputados. O ato, contudo, não é em favor da reeleição do presidente da Casa e seu colega de legenda, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas para ficar ao lado do estreante Marcel van Hattem, eleito deputado com mais votos pelo Rio Grande do Sul e que se lançou na disputa pelo partido Novo.

Kataguiri, que concedeu entrevista nesta tarde no Salão Verde da Câmara (foto abaixo), garante não ter sido pressionado por ninguém do Democratas para abrir mão da disputa. Segundo ele, a candidatura de van Hattem servirá como uma vitrine para Kataguiri se comunicar com a opinião pública. “A maior parte dos parlamentares tem interesse em que a imagem da Câmara volte a ser pujante e não mais a de caixa preta que sempre teve”, disse.

Carlos Estênio/Metrópoles
Kim Kataguiri e Marcel Van Hattem durante a coletiva: estreantes unidos contra Maia

 

O integrante do Movimento Brasil Livre (MBL) ressaltou que ele e o candidato do Novo ainda não calcularam quantos votos podem conquistar com a atitude desta tarde. E garantiram que não vão procurar outras legendas, e sim parlamentares. “Alguns deputados já conversaram conosco, mas pediram reserva até o momento oportuno”, disse Kataguiri.

Já Marcel van Hattem comemorou a adesão do futuro colega de Parlamento à sua candidatura. Ele lembrou toda a atuação de Kataguiri no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e na defesa da Operação Lava Jato. Também destacou a “coragem e ousadia” de, já no dia de sua eleição, o representante de São Paulo se lançar a presidente da Câmara.

“Durante todo esse período, as ideias que Kim defendia são as mesmas que eu quero ver praticadas na Câmara dos Deputados”, observou van Hattem. “Me deixa muito tranquilo que na nossa conversa não teve nenhum pedido de favor ou troca-troca”, garantiu.

Formado em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Marcel van Hattem chega à Brasília aos 33 anos. Antes se se eleger deputado federal pelo Novo – sigla à qual se filiou em 2018 após passagem pelo PP –, foi vereador de Dois Irmãos (RS) e deputado estadual gaúcho.

Conversa com Maia
Antes de desistir de disputar a presidência da Casa, Kataguiri se reuniu com o correligionário, atual presidente e candidato à reeleição, Rodrigo Maia. A conversa foi na terça-feira (22/1), na residência oficial da Câmara, no Lago Sul.

Ao lado de Kim e Maia, estava o novo líder do DEM na Câmara, Elmar Nascimento (DEM-BA). Se o encontro foi decisivo para o jovem futuro deputado desistir da disputa, não surtiu efeito para aumentar a votação de Maia, que já conta com quase 300 votos para sagrar-se vencedor.

Ainda estão na disputa pelo comando da Câmara Fábio Ramalho (MDB-MG), Arthur Lira (PP-AL), Marcelo Freixo (PSol-RJ), Alceu Moreira (MDB-RS), Ricardo Barros (PP-PR), Capitão Augusto (PR-SP) e JHC (PSB-PE).

Últimas notícias