Polícia prende pai que obrigava filha a comer fezes e beber urina no Rio

Homem ainda cometia outras agressões contra a menina, de 13 anos. Mãe teve medo de denunciar

atualizado 21/01/2021 16:21

Rio de Janeiro – A equipe da 55ª DP prendeu um homem que torturava a filha, de 13 anos, nesta quinta-feira (21/1), em Queimados, na Região Metropolitana do Rio. Segundo relato da garota, o pai obrigou que ela comesse fezes e bebesse urina dentro do vaso sanitário, e ainda cometia outras agressões.

A menina morava com a mãe e com o acusado em uma casa alugada. De acordo com as investigações, as agressões começaram no fim do ano passado. A mãe da vítima pediu ajuda para a dona do imóvel e solicitou que tomasse conta da garota. A proprietária da casa foi buscar a roupa da garota e a encontrou suja de fezes. A menina pediu socorro e disse que era impedida de tomar banho, escovar os dentes e até de comer, pois o agressor só oferecia feijão estragado.

Ao ouvir o relato, a dona da residência alugada disse que não deixaria que o homem cometesse tais atrocidades, e foi ameaçada. A Polícia Civil foi acionada, as investigações começaram e o acusado foi preso.

Em depoimento, a menina disse que, além de obrigar a comer fezes, o homem também enfiou um pedaço de mangueira no órgão genital dela, colocou um bicho de pelúcia no nariz para impedir que respirasse e rasgou sua roupa.

Nesta ocasião, após dizer que estava com sede, segundo a vítima, o agressor abriu a boca dela, cuspiu e colocou seu rosto em uma poça de lama no quintal. De acordo com os agentes, a mãe da menina presenciou algumas agressões, mas teve medo de denunciar.

Mais lidas
Últimas notícias