Polícia investiga triplo homicídio de família ambientalista no Xingu

Pai, mãe e filha tiveram os corpos encontrados com tiros e sinais de decomposição

atualizado 10/01/2022 22:51

Família é morta perto do Rio XinguReprodução/TV Liberal

A Polícia Civil de São Felix do Xingu, no Pará, investiga a morte de três pessoas da mesma família na área rural. A suspeita é que os ambientalistas, conhecidos na região por realizar a soltura de quelônios no rio, tenham sido assassinados.

Pai, mãe e filha também atuavam em atividades de proteção ambiental na região. Os corpos deles foram encontrados pela polícia com diversos tiros e sinais de decomposição, o que indicaria um possível assassinato há pelo menos três dias.

Segundo informações da TV Liberal, afiliada da Rede Globo, a família vivia na localidade conhecida como cachoeira da “Mucura”, distante a cerca de 90 quilômetros da cidade de São Felix do Xingu.

Tiros

O homem era conhecido como “Zé do Lago”, a esposa era Márcia e a filha, Joene. Eles foram executados com tiros.

O corpo de Márcia foi encontrado boiando às margens do Rio Xingu. Os corpos de Zé do Lago e da filha estavam nas proximidades da casa deles.

Mais lidas
Últimas notícias