Polícia faz reconstituição da morte do marido da deputada Flordelis

Anderson do Carmo foi morto no dia 16 de junho. Viaturas chegaram à casa onde ocorreu o crime, em Niterói (RJ), por volta das 21h40

ReproduçãoReprodução

atualizado 21/09/2019 22:38

A Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciou a reconstituição do assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), na noite deste sábado (21/09/2019). Segundo o jornal Extra, quatro viaturas da Delegacia e Homicídios (DH) e uma da perícia chegaram à casa onde ele foi morto, em Niterói, por volta das 21h40.

Todos os que estavam na residência no momento do crime devem participar da ação, incluindo os dois filhos da parlamentar que se tornaram réus pela morte de Anderson, Lucas Cézar dos Santos e Flávio dos Santos Rodrigues. Presos no Complexo de Gericinó, eles foram levados à DH de Niterói nessa sexta-feira (20/09/2019).

Ao jornal Extra, o advogado da deputada falou sobre os sentimentos da cliente, que já aguardava os policiais quando os carros chegaram. “Ela está tranquila, mas muito triste. Relembrar a cena deixa ela muito mal”, disse Fabiano Migueis.

Crime
Anderson do Carmo foi morto a tiros no dia 16 de junho, dentro de casa. Segundo a polícia, o corpo do pastor tinha mais de 30 marcas de perfuração. Flávio confessou à polícia ter atirado seis vezes contra Anderson. A polícia, no entanto, não descarta a participação de outras pessoas no crime.

Apesar de a polícia ter encerrado a primeira fase das investigações, o trabalho dos agentes continua. A delegada Bárbara Lomba já afirmou anteriormente que não descarta a participação de Flordelis no assassinato.

Últimas notícias