Vaqueiro é condenado a 48 anos de prisão por matar bebês de ex

Segundo a denúncia, ele não aceitava o fim do namoro com a mãe das crianças. O homem está preso desde 2016, quando cometeu o crime

Reprodução/ TV AnhangueraReprodução/ TV Anhanguera

atualizado 08/11/2019 18:11

O vaqueiro Antônio Ribeiro Barros foi condenado a 48 anos de prisão pela morte de gêmeos de 11 meses, em São Miguel do Araguaia, Goiás. O crime ocorreu em 8 de agosto de 2016 onde as vítimas moravam. De acordo com informações do G1, o homem afirmou ter cometido os crimes em um momento de “fúria“.

Na sentença consta, entretanto, que o réu alegou não se lembrar dos acontecimentos porque estava “sob efeito de álcool e drogas”. O juiz Ronny André Wachel destacou que o homem esperou o namorado da mãe dos bebês sair de casa, arrombou a porta do local e cometeu os assassinatos. O criminoso agiu, segundo André, “com insensibilidade e frieza invulgares”.

A sentença relata que os bebês de 11 meses foram jogados “violentamente diversas vezes contra o chão” e que Thaís Araújo Oliveira de Paula, mãe das crianças, foi esfaqueada nas costas e teve um corte no pescoço.

Investigação
A Polícia Militar encontrou o homem um dia após o crime na zona rural da cidade. Ele está preso desde então. A investigação apontou que Antônio não aceitava o término do namoro com Thaís, que havia durado apenas um mês. A família não aprovava o romance.

Últimas notícias