Mulher é encontrada morta com cobra enrolada no pescoço

Laura Hurst, de 36 anos, tinham outras 140 cobras em sua casa. Policias disseram que "ela parece ter sido estrangulada"

Reprodução Facebook

atualizado 01/11/2019 19:10

Uma mulher de nome Laura Hurst, de 36 anos, foi encontrada morta em sua casa no estado de Indiana, no centro-oeste dos Estados Unidos, com uma cobra píton de 2,4 metros enrolada no pescoço.

Segundo o jornal O dia, o corpo da mulher foi achado na última quarta-feira (30/10/2019). Os médicos tentaram, sem sucesso, reanimá-la. O sargento Kim Riley, porta-voz da polícia estadual, disse ao jornal Lafayette Journal & Courier que “ela parece ter sido estrangulada pela cobra”, mas que “só teremos certeza após a necropsia”.

Outras 140 cobras foram encontradas na casa de Laura. O xerife do condado de Benton, Don Munson, vizinho da moça, encontrou o seu corpo e disse que a morte foi um “acidente trágico”.

Píton
A píton é um cobra que vive na África, na Austrália, no sul e no sudoeste da Ásia e nas ilhas do Pacífico. Elas são constritoras, isso significa que as cobras matam suas presas enrolando-se e apertando até que a vítima morra asfixiadas.

Últimas notícias