Sargento do Exército estava rendida quando foi baleada na cabeça

Bruna Carla Borralho Cavalcanti, de 27 anos, foi assassinada nesse domingo (30/8), em Duque de Caxias (RJ)

atualizado 02/09/2020 12:50

reprodução

Testemunhas contaram à polícia que a sargento do Exército Brasileiro Bruna Carla Borralho Cavalcanti, de 27 anos, estava rendida quando foi baleada nesse domingo (30/8) em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

Dois tiros de arma de fogo disparados pelo criminoso atingiram a cabeça de Bruna, que morreu antes mesmo de ser socorrida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pilar, na cidade fluminense. As informações são do jornal Extra.

0

Apenas um criminoso teria participado da ação. Ela voltava da praia com o marido, a irmã e três sobrinhos, de 3, 5 e 12 anos, quando o carro em que estavam enguiçou na Avenida Presidente Kennedy e o assaltante a abordou.

Bruna estava desarmada. O criminoso não levou o celular nem a carteira da vítima, somente o carro.

Ainda de acordo com a reportagem, a polícia sabe que Bruna e o marido tinham brigado três semanas antes do crime. Na ocasião, a jovem registrou uma ocorrência por causa da agressão, uma vez que foi arranhada. Apesar disso, eles se reconciliaram após a discussão.

Últimas notícias