PF investiga possíveis responsáveis por incêndios no Pantanal em MS

Ao todo, 31 policiais federais cumprem 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Corumbá e Campo Grande

atualizado 14/09/2020 13:45

Pantanal On Fire In Brazil - PF investiga possíveis responsáveis por incêndios no Pantanal em MSGustavo Basso/NurPhoto via Getty Images

A Polícia Federal (PF) realiza, na manhã desta segunda-feira (14/9), a Operação Matáá para investigar possíveis responsáveis pelas queimadas na região do Pantanal Sul. Entre os suspeitos, estão cinco fazendeiros donos de terras em áreas remotas do bioma.

A polícia investiga agora se houve um ação organizada entre os donos das fazendas, como à que ocorreu no ano passado, no Pará, que ficou conhecida como o Dia do Fogo e queimou grandes áreas da floresta amazônica. Para isso, os policiais analisam e-mails e mensagens de texto enviados pelos fazendeiros e funcionários.

De acordo com a corporação, o dano ambiental até agora supera os 25 mil hectares e atinge Áreas de Preservação Permanentes e os limites do Parque Nacional do Pantanal Mato- grossense e da Serra do Amolar.

Ao todo, 31 policiais federais cumprem 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Corumbá e Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. As ordens judiciais foram expedidas pela 1ª Vara Federal de Corumbá.

Os agentes fizeram perícia na área afetada e vão ouvir possíveis envolvidos. Durante a investigação, foram usadas aeronaves e embarcações da Polícia Federal.

Os investigados podem responder pelos crimes de dano à floresta de preservação permanente, dano direto e indireto a Unidades de Conservação, incêndio e poluição. As penas podem ultrapassar 15 anos de prisão.

0

Últimas notícias