Pedreiro é morto durante confronto entre polícia e traficantes no Rio

Agentes realizavam uma operação na comunidade Vila Kennedy. O homem, segundo testemunhas, trabalhava em uma laje

PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 03/09/2019 15:34

Um pedreiro foi  morto com tiro na cabeça enquanto trabalhava em cima de uma laje, na manhã desta terça-feira (03/09/2019), na Vila Kennedy, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A vítima, identificada apenas como Júnior, tinha 28 anos.

Segundo vizinhos e amigos, o profissional estava a cerca de 100 m de onde policiais e traficantes da região se enfrentavam, mas fora da linha de tiro. “Acabaram de matar um trabalhador aqui em cima da minha laje”, disse uma testemunha em vídeo nas redes sociais. “O cara estava botando a laje, vou mostrar para vocês. Desculpem, as imagens são fortes. Mas olha só, o cara estava fazendo a minha laje aqui, estava trabalhando. O policial atirou, não tinha ninguém aqui, só policial dando tiro. É impressionante como a gente está sofrendo aqui na Vila Kennedy.”

Em nota, a Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que realizava uma operação na comunidade Vila Kennedy, na saída da Avenida Brasil, quando criminosos armados atiraram contra os militares. Posteriormente, o batalhão foi informado de que um homem estaria ferido.

A Avenida Brasil foi interditada por moradores do local, que incendiaram pneus em protesto contra a morte.

 

Últimas notícias