Padrasto que espancou menino com ajuda da mãe é encontrado morto em SP

Homem quebrou oito costelas da criança, que também fraturou um braço. Polícia Civil tenta localizar a mãe do menino

atualizado 05/10/2022 15:04

Criança agredida Reprodução

A Polícia Civil de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (5/10) que o padrasto que espancou o enteado de 4 anos foi encontrado morto em São Vicente, no litoral do estado. Agora a corporação realiza diligências para localizar a mãe – que ajudou o homem a agredir a criança. 

O caso de violência doméstica envolvendo o menino é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Vicente. A criança teve oito costelas e um braço fraturados. 

Segundo a Polícia Civil, o padrasto, identificado como Julian, foi encontrado na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, no bairro Parque das Bandeiras. Devido às marcas de tiro no tórax, no olho direito e nas mãos, chegou-se a conclusão que o homem foi assassinado. 

Agora, a Delegacia de Investigações Gerais de Praia Grande volta as investigações para a morte de Julian. Detalhes serão preservados, pois o caso segue em segredo de Justiça por se tratar de um crime envolvendo um menor de idade.

O menino de 4 anos saiu da UTI pediátrica da Santa de Casa de Santos nessa terça-feira (4/10) e segue internado em enfermaria, ainda sem previsão de alta. 

Mais lidas
Últimas notícias