Operação Calvário: PF prende secretário de turismo da Paraíba

Os agentes apuram desvio de recursos públicos da Saúde do estado. Ao todo, 28 mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 09/10/2019 13:37

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quarta-feira (09/10/2019), o secretário executivo de turismo da Paraíba, Ivan Burity. Agentes realizam a quinta fase da Operação Calvário para apurar desvio de recursos públicos da Saúde. As informações são do G1.

Os investigadores cumprem três mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão na Paraíba, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná e em Alagoas.

O diretor administrativo do Hospital Geral de Mamamguape (HGM), Eduardo Simões Coutinho, também foi preso. A operação tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa suspeita de crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e desvio de recursos em contratos firmados com hospitais e escolas da Paraíba.

De acordo com as investigações, o grupo teve acesso a mais de R$ 1,1 bilhão de recursos públicos entre julho de 2011 e dezembro de 2018.

Os mandados foram emitidos pelo desembargador-relator Ricardo Vital de Almeida. A operação é realizada pela PF em conjunto com o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB), pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Últimas notícias