Mulher morre após ter 98% do corpo queimado pelo namorado

Ela chegou a ser resgatada com vida, mas não resistiu. Polícia Militar do Paraná prendeu o suspeito, que confessou o crime

atualizado 01/01/2020 22:28

Foto: Arquivo pessoal

Uma mulher de 66 anos morreu na última terça-feira (31/12/2019) após ter tido 98% do corpo queimado. O crime ocorreu na segunda-feira (30/12/2019), na casa do namorado dela, em Matinhos (PR) – o homem de 65 anos confessou o crime.

Segundo o UOL, a Polícia Militar do Paraná (PMPR) informou ter sido acionada no fim da tarde, por vizinhos, por causa do fogo. Ao chegar na casa, encontraram a mulher ainda com vida, amarrada a uma cadeira. Na casa, que fica no litoral paranaense, havia odor de líquido inflamável.

Ela foi levada pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá (PR), mas não resistiu. O dono da casa não estava no local e foi apontado por testemunhas como o responsável.

O suspeito foi preso na quarta-feira (01/01/2020) pela PM em outra cidade, de acordo com o G1. Apesar de não ter sido detido em flagrante, a Justiça já decretou sua prisão temporária e ele deve ser indiciado por feminicídio.

Últimas notícias