“Matar é como passar manteiga”, diz homem que esfaqueou namorada

Homem de 22 anos agrediu a companheira com golpes de faca na cabeça, pescoço e peito; vítima está em estado grave

atualizado 14/03/2020 10:45

Um homem de 22 anos tentou matar a própria namorada, de 18, com golpes de faca na cabeça, peito e pescoço. O caso aconteceu na tarde de sexta-feira (13/03), em Belo Horizonte.

Em conversa com o jornal O Tempo, o homem disse que “mulher merece” esse tipo de crime e que “matar é como passar manteiga no pão”.

O casal se conheceu no último dia de Carnaval, há pouco mais de duas semanas. Eles passaram, então, a morar juntos com outro casal de amigos. Quando Eslan Dias dos Santos, o suspeito, tentou matar a namorada nesta sexta-feira, a outra moradora da casa, Juliana Silva de Mendonça, 27, foi quem o impediu de concluir o crime.

“Nós acordamos, fomos no mercado, fizemos comida e ela sentou para comer. Aí ele só falou essa palavra para ela: ‘não tem desenrolo, não, você não vai falar comigo, não?’ Ela só falou que queria ir embora. Aí ele trancou a porta e falou que ela não ia sair. Ela só falou: ‘amiga, se ele me bater eu vou dar uma facada nele’. Só que ele estava com a faca na cintura. Ele não falou nada, só empurrou ela, já tirou a faca e começou a dar facada nela. Eu pulei nele e comecei a mandar parar. Ela deu uma pézada [sic] nele e conseguiu descer a escada correndo. Se não fosse isso, ele tinha matado ela na minha frente”, contou a testemunha.

Últimas notícias