Laudo: Rafael Miguel e seus pais foram mortos com 13 tiros

Ator levou sete tiros de pistola. Polícia ainda procura por Paulo Matias, suspeito de cometer o crime por não aceitar namoro da filha

Reprodução/ InstagramReprodução/ Instagram

atualizado 15/06/2019 19:29

O laudo da necropsia nos corpos do ator Rafael Miguel e dos pais dele, João Alcisio e Miriam Miguel, assassinados no domingo passado, aponta que o comerciante Paulo Cupertino Matias disparou 13 tiros contra a família. As informações são da TV Globo.

O crime ocorreu no bairro Pedreira, na zona sul de São Paulo e o autor dos assassinatos é pai da namorada de Rafael Miguel, Isabela Tibcherani. Ele teria os matado por não aceitar o relacionamento entre sua filha e o ator.

De acordo com a reportagem, o laudo indica que a maioria dos tiros foram feitos contra Rafael. Foram sete, sendo um na cabeça, um no peito, três nas costas e dois no braço esquerdo. Já o pai do rapaz, João Alcisio, foi atingido quatro vezes, um tiro no peito, dois no braço esquerdo e um no braço direito. A mãe morreu após ser baleada no peito e no ombro.

De acordo com as investigações, Paulo Matias usou uma pistola para matar toda família. ele fugiu logo após o crime utilizando pelo menos dois carros: um vermelho, logo após os assassinatos, que foi encontrado a 600 metros do local do crime, e um carro escuro, usado no dia seguinte, flagrado por uma câmera de segurança de um posto de gasolina. De acordo com as investigações, um parente de Paulo pagou pelo combustível. O segundo carro foi localizado na sexta. A dona do veículo disse não conhecer Paulo.

Últimas notícias