Jovem que iria defender tese sobre feminicídio é morta pelo ex

O suspeito de ter cometido o crime, que não aceitava o fim da relação entre os dois, está foragido desde a morte da estudante

atualizado 28/11/2019 17:57

Reprodução/Facebook

No município de Cachoeira, cidade do recôncavo baiano (BA), a estudante universitária Elitânia de Souza da Hora foi morta pelo ex-namorado nessa quarta-feira (27/11/2019. Aluna do curso de Serviço Social na Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), Elitânia se preparava para defender seu trabalho de conclusão de curso (TCC) que tinha justamente o feminicídio como tema central. São informações da revista Fórum.

A estudante foi baleada por volta das 22h40, quando chegava em casa, e não resistiu aos ferimentos.

O ex-namorado, que não aceitava o fim da relação entre os dois, está foragido desde a morte da estudante. O caso está sendo apurado pela Delegacia de Polícia de Cachoeira.

Em nota, a reitoria da UFRB informou que “as terríveis circunstâncias do crime contra Elitânia causam tristeza e indignação de toda a comunidade acadêmica”.

O reitor da universidade, José Pereira Mascarenhas Bisneto, declarou luto oficial de três dias e suspendeu as aulas no Centro de Artes, Humanidades e Letras nesta quinta-feira (28/11/2019).

Últimas notícias