Homem é preso por estuprar mulher bêbada e mandar criança filmar

Vídeo do abuso foi encontrado no celular do menino, de 11 anos. Suspeito disse a policiais que estava bêbado no dia do crime

Divulgação/Polícia CivilDivulgação/Polícia Civil

atualizado 07/11/2019 18:00

Em Vicentinópolis, no sul de Goiás, um homem de 46 anos foi preso pela suspeita de estuprar uma mulher de 42 anos e de obrigar uma criança, de 11, a filmar o crime. Segundo denúncia à Polícia Civil, o abuso aconteceu quando vítima estava bêbada e desacordada. São informações do G1.

O delegado Patrick Carniel, responsável pelo caso, contou que o homem foi encontrado em uma fazenda da zona rural da cidade nessa quarta-feira (06/11/2019) e, em depoimento, ficou calado. No entanto, ele teria confessado aos policiais, informalmente, que estava bêbado quando cometeu o crime.

O G1 não conseguiu identificar quem representa o preso para pedir um posicionamento sobre o caso.

O crime ocorreu no último dia 12 de outubro. Segundo as investigações, todos os envolvidos eram conhecidos entre si e estavam na mesma festa. Dias depois, a vítima fez a denúncia formal na delegacia da cidade.

Atos libidinosos
Segundo relatos, ela havia bebido muito e estava desacordada. Ele se valeu disso e começou atos libidinosos nela e pediu para um menor filmar. Outra pessoa que viu o que estava acontecendo acordou a vítima”, explicou.

A gravação foi encontrada no celular do garoto. Segundo o delegado, a Justiça concedeu o mandado de prisão preventiva contra o homem pelos crimes de estupro de vulnerável, por causa da situação em que a mulher se encontrava, e por corrupção de menores, por ter feito o menor gravar a cena.

Ele está detido preventivamente na cadeia de Pontalina, no centro goiano.

Últimas notícias