Delegado Bilynskyj diz que descarregou arma depois que a namorada se matou

O crime ocorreu no dia 20 de maio. A modelo Priscila Delgado morreu no apartamento do delegado, com quem namorava

atualizado 03/07/2020 21:52

Paulo BilynskyjArquivo pessoal

O delegado Paulo Bilynskyj, da Polícia Civil de São Paulo, que levou seis tiros da noiva, Priscila Delgado de Barrios, no apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo, afirma que ela atirou várias vezes quando ele saiu do banheiro. Ele teria descarregado a arma depois que a modelo caiu no chão, mas que não se recorda como tirou o carregador da arma porque estava com medo de que ela acordasse e continuasse a fazer alguma coisa. As informações são da Record., que teve acesso ao depoimento de Bilynskyj à polícia.

De acordo com  versão contada por Bilynskyj, Priscila teria atirado seis vezes contra ele após ver uma mensagem da ex-namorada do policial no celular do delegado. Em seguida, a modelo teria se matado. O crime ocorreu no dia 20 de maio, no apartamento do delegado.

O crime

No depoimento, Bilynskyj conta que, depois da briga, os dois foram dormir e que a última vez que viu Priscila foi no dia seguinte e ela estava sentada no sofá tomando café da manhã. O delegado afirma que foi tomar banho e que quando abriu a porta do banheiro ela já estava parada, prestes a atirar. Paulo disse que não teve qualquer diálogo com a namorada e que o primeiro disparo atingiu o peito dele.

De acordo com Bilynskyj, a pistola estava carregada com 22 balas. Ele conta, durante o depoimento, que achou que Priscila fosse disparar até acabar a munição porque ela atirava muito rápido e não tinha controle da arma. O delegado também disse que durante todo tempo a modelo segurou a arma com apenas uma das mãos.

Aos policiais, o homem declarou que  em nenhum momento teve contato físico com Priscila e que viu quando ela virou a arma para o próprio peito e disparou. Ele achou que o tiro tivesse sido de raspão. Depois do disparo fatal, Bilynskyj diz que não chegou perto de Priscila porque “que queria sair de perto dela”.

0

Advogado da família de Priscila

Sobre o depoimento, o advogado contratado pela família da modelo para acompanhar as investigações classificou como confuso, com pontos que precisam ser esclarecidos pelo delegado.

Últimas notícias