Apartamento de delegado Bilynskyj tinha metralhadora, fuzil e duas pistolas

Informação foi registrada no boletim de ocorrência. Namorada do delegado foi encontrada morta por disparos de arma de fogo e ele, ferido

Paulo BilynskyjArquivo Pessoal

atualizado 21/05/2020 11:19

Policiais encontraram seis armas de fogo no apartamento do delegado Paulo Bilynskyj, de 33 anos, de acordo com registro feito no Boletim de Ocorrência (BO).

As armas apreendidas pela polícia no local são: duas pistolas, dois fuzis, uma metralhadora e uma espingarda. Essas informações são do portal UOL.

O delegado, que teria recebido três tiros, foi levado ao hospital Mario Covas, em Santo André (SP). A modelo Priscila Delgado, 27, que estava com ele no apartamento, morreu baleada.

A Polícia Civil de São Paulo investiga o caso, que aconteceu nessa quarta-feira (20/05) em São Bernardo do Campo. Há suspeitas de feminicídio. O delegado, porém, afirma que a mulher cometeu suicídio.

Em vídeo, feito dentro de uma unidade de terapia intensiva (UTI), Bilynskyj afirma que o ataque ocorreu após Priscila olhar uma mensagem no celular dele.

“Ontem, Priscila, minha namorada, viu uma mensagem de antes de ela ir para minha casa. Hoje de manhã, quando saí do banho, ela deu seis tiros em mim e um nela”, falou, hospitalizado.

0

 

Últimas notícias